quinta-feira, 4 de novembro de 2010

Periculês (1) - Dicionário de Periculês

Manual Prático do Periculês (Para Brasileiros)


Para você que precisa se deparar com periculosidades diárias é imprescindível possuir conhecimento avançado das linguísticas periculosas. Boa parte da população nacional acredita que o periculês é uma língua fácil por possuir fluência semelhante ao português, fator que intensifica a má utilização -utilização inadequada- da linguagem e gramática periculosa.

Deve-se postular que o periculês bem falado, com poucos resquícios do sotaque português brasileiro, é uma raridade nos dias de hoje, sendo visto com frequência somente nas mais altas quebradas (termo periculês aqui utilizado livremente pelo autor) da cidade.

Este manual pode ser utilizado como livro de bolso para permitir o acesso a uma das culturas nativas mais estruturadas e antigas da história de Salvador. Inicia-se com um dicionário de palavras que permite a identificação dos termos em sentenças ou mesmo em frases soltas e, inclusive, de apropriações neológicas mais complexas. Em seguida, o guia prático de frases prontas introduzirá a noção de construção frasal no periculês culto/formal de rua e algumas outras frases em puro periculês serão analisadas em seu contexto.

Assim, você poderá utilizar seu guia de bolso em situações já previstas, inevitáveis, como as rodas de maconheiros em shows de reggae aleatórios, assaltos (pesquisas comprovam que a melhor maneira de evitar um assalto é se tornar cúmplice), compra de drogas em bocas desconhecidas, turismos em sua própria cidade, ou até mesmo em situações banais como a mera compra de verduras no horti-fruti do Seu Nilto aí no seu bairro.

Sem muitas nuances ("ondas", como no bom periculês), o manual se faz útil pra quem necessita de praticidade na interação com a cultura periculosa e será aqui expandido para exploração funcional apenas.



- Dicionário de termos em periculês:


A
aba reta - boné com aba em conformação retilínea, configurando um ângulo de 180º.
adianto - processo de comércio que pode envolver produtos ilícitos.
amarrado - ato ofensivo, de um indivíduo que age de maneira agressiva, como se estivesse acima dos demais ao seu redor. (como em "cê tá amarrado hein piva?", que em português seria "você está boçal e autoritário, não é, amigo?")
amizade - essência da vida.
antiga, das - algo que possui alto valor atestado pelo tempo de sua existência/relação. 
área, as (azárea) - região ou bairro em que vive um indivíduo ou grupo.
aquilo tudo - 1. confirmação ou afirmação 2. algo que abrange muitas expectativas.

B
baculejo - procedimento policial de procura por substâncias ilícitas.
bad trip - situação de incômodo ou agonia geralmente associada ao uso de substâncias ilícitas.
baratino - ideia dita inconsistente ou incerta, utilizada geralmente para persuadir alguém.
barril - situação de alta tensão e grande dificuldade de sair ou evitar.
barrote - situação de tensão em que há alguma possibilidade de sair.
barro - maconha.
barroso - maconha de boa qualidade.
barrunfo - 1. cheiro de maconha recentemente fumada 2. substâncias estranhas, geralmente mel, conhaque ou açúcar, despejadas sobre a maconha comprada numa boca.
baseado - 1. razão de viver 2. cigarro de maconha enrolado.
berlota - grande galho da maconha contendo uma excessiva quantidade de fumo.
berro - arma de fogo.
bicha, a - cocaína.
boca - região propícia para se comprar substâncias ilícitas.
braba - ato ofensivo, de um indivíduo que age de maneira agressiva, como se estivesse acima dos demais ao seu redor.  
brasa - 1. coloração avermelhada dos olhos ao se fazer uso de substâncias psicoativas 2. carvão incandescente com altas probabilidades de furar sua bermuda 
bright - cocaína. 
brisa - sensação semelhante à lombra, porém de menor intensidade, recorrente em situações que se tem pouco fumo ou se tem muita gente para fumar.
brother - companheiro
bruxa - 1. situação ou sensação extrema em que o indivíduo age compulsivamente a fim de algum objetivo específico ou não (diz-se estar "na bruxa") 2. vontade ou desejo incontrolável.
bruxoso - indivíduo que representa a bruxa


C
cabeção - aquele que utiliza de substâncias ilícitas até quando ninguém mais o faz.
cabreirar - temer.
cabreiro - aquele que teme.
cabuloso - sujeito mais que destemido, a quem se deve temer.
camarado - amigo, colega, conhecido (o gênero masculino indica somente a repulsa a uma atitude homossexual).
camarão - pequeno galho de maconha que contém o fumo sagrado.
canudo - acessório utilizado para se cheirar cocaína, permitindo que o pó alcance as vias nasais do usuário.
carro feio - veículo da polícia ou semelhante.
colar - ir para determinado lugar ou festa, geralmente encontrar uma ou mais pessoas
corre - 1. trabalho ou função que demanda esforço e intenta uma possível boa recompensa no futuro 2. processo de compra ou venda de drogas/produtos ilícitos
correria - trabalho ou função que demanda esforço no contexto diário do indivíduo e visa uma vida próspera e sossegada.
chinfra - ato ofensivo, de um indivíduo que age de maneira agressiva, como se estivesse acima dos demais ao seu redor.  
crack - 1. problema 2. substância comumente fumada pelo sacizeiro

D
dar na lata - fumar crack na lata.
dar um raio - cheirar uma carreira de cocaína.
dar um tiro - cheirar uma carreira de cocaína.
djindja - cocaína.
de boa - estar ou se sentir um ser humano completo
de quebrada - estar ou se sentir completo apesar das limitadas condições financeiras
de cara - estar ou se sentir incompleto por não ter feito uso de substâncias
de barão - estar rico
de patrão - estar rico e boçal.
de gueri - estar atrás ou à espera de algum tipo de elemento motivador no ambiente, geralmente pessoas do sexo oposto.
de onda - estar afim de procurar confusão.
de patcha - 1. variação de patcharosa 2. estar, se sentir tranquilo ou agir como se estivesse correto em suas ações.
derreter - trocar mercadoria por algum valor para comprar crack.
dóla - um pacote com alguma quantidade específica (geralmente uma 50) de maconha.
dispensar - jogar fora, tornar fora de vista.
dropar - ir para determinado lugar.

E
êa - saudação universal.

F
ferro - arma de fogo.
filé - 1. algo bom 2. pessoa do sexo oposto com atributos físicos exacerbados.
fino - cigarro de maconha de pequena expessura.
finote - variação de fino.
fino de cadeia - cigarro de maconha de pequeníssima expessura.
fiu - variação de pivete.
flecha - 1. baseado grande 2. berlota
função - trabalho ou tarefa

G
gastar - 1. agir com alegria contagiante 2. utilizar alguém como alvo de piadas visando ou não a diversão de um grupo ou indivíduo.
gastação - o ato de gastar.
guia - variação de "adianto".

H
home, os - homens da lei, polícia.

I
imprensada - maconha que sofre por processos de imprensagem e por processos químicos para diminuir seu tamanho e reduzir seu cheiro característico, afim de evitar problemas com os membros da força policial.  
intoca - esconderijo para flagrantes.
intocar - guardar bem escondido.

J
jogo - processo de troca de produtos ou favores

L
lata - recipiente alternativo utilizado para se fumar crack
laranja - indivíduo que está se expondo a riscos
laranjada - situação em que o indivíduo se expõe a riscos, sabendo ou não
largar o doce - tomar alguma atitude extrema e imediata.
lombra - sensação de alteração do estado de caretice constante.
lombrado - indivíduo sob efeito de substância que gerou alteração de seu estado.

M
marica - acessório para se fumar maconha sem queimar as pontas dos dedos.
mão - pessoa que está próxima.
meter o louco - intimidar, assustar (como em "meter o louco numa mulher")
meter mão - 1. pegar com a mão 2. agir de maneira agressiva e iminente contra algo ou alguém.
mil grau - algo em perfeito ou quase perfeito estado.
miserávi - sujeito corajoso ou companheiro.
maldar - 1. observar com algum grau de maldade 2. o planejamento de algo geralmente com caráter negativo.
maluco - sujeito qualquer.
marra - ato ofensivo, de um indivíduo que age de maneira agressiva, como se estivesse acima dos demais ao seu redor.
marrento - indivíduo de costuma agir com bastante marra.
meteoro - carvão incandescente proviniente de um bom haxixe com altas probabilidades de furar sua bermuda

N
na um - prática que exige que o cigarro de maconha seja tragado somente uma vez antes de ser passado. 
naine-naine (do inglês, ninety-nine) - 1. cocaína de boa qualidade encontrada raramente pelas redondezas,  possuindo supostamente 99% de pureza 2. mito urbano.
niuma - confirmação de algo por parte da outra pessoa, geralmente intermediado por diálogo.
nizuma - variação de niuma.

O
ô - 1. resposta afirmativa a uma pergunta óbvia 2. confirmação.
onda - nuance, alteração
onda errada - alteração de caráter negativo

P
- 1. palavra de funcionamento semelhante à vírgula 2. variação de porra. 
pala - situação constrangedora, geralmente associada ao uso de drogas
palosidade - estar ou fazer parte de uma situação constragedora 
paloso - indivíduo constrangedor, geralmente associado ao uso de drogas
pacoteira - recipiente contendo considerável quantidade de alguma substância ilícita.
pacote - 1. vagina, órgão copulador feminino 2. variação de pacoteira.
parceria - essência da vida, em uma instância momentânea.
parmalat - jovem branco de classe média.
parma  - variação de parmalat.
passar o pano - manter-se atento, vigiar algo.
passar o último olho - instrução de comando indicando que o último indivíduo a sair ou entrar em determinado lugar deve se manter atento, vigiar apuradamente.
patcharosa - sensação de tranquilidade demonstrada a partir de atitudes insuspeitas
pedra - crack.
periculoso - aquele que constantemente se envolve em situações de risco.
perna de grilo - cigarro de maconha de pequeníssima expessura.
peteca - saco com 1 grama de cocaína.
pico - lugar.
pipoco - 1. tiro 2. explosão 3. furo 4. soco bem aplicado. 
piva - variação de pivete.
pivete - rapaz.
pitilho - crack e maconha misturados num só sabor.
piti - variação de pitilho. 
porra - palavra de funcionamento semelhante à vírgula.
potoca - recipiente que contém grande quantidade de drogas.
prensada - variação mais comum de imprensada.
psico - destemido ou maluco. 

Q
quebrada - conjunto de moradias construídas ilegalmente numa região de população com limitadas condições financeiras
queijo - crack.
quêxão - indivíduo extremo, ousado, geralmente mal visto pelos outros.
quêxo - atitude extrema, de ousadia, geralmente mal vista pelo outro.

R
rodado - indivíduo que costuma rodar com frequencia.
rodar - passar por situação de grande constrangimento social ou jurídico por conta de comportamentos ilícitos ou inadequados, geralmente associados ao uso de substâncias.
rolo - variação de jogo.
 
S
saci - 1. variação de sacizeiro 2. sensação de aproximação de algum perigo que pode ou não estar associada ao uso de crack.
sacizar - observar ou agir em favor de algo com desejo ou intenção de causar algum mal
sacizeiro - 1. maconheiro com alto grau de intensidade 2. indivíduo que faz uso de crack - droga mais viciante das redondezas 3. aquele que dá origem ao saci
salva - um baseado fornecido gratuitamente para o companheiro.
solta - maconha comum, não prensada.
sonho de valsa - recipiente contendo 50 gramas de cocaína.
sinistro - algo de grande intensidade, podendo ser caracterizado negativamente ou positivamente.

X
xeque - algo intenso, de que se tem alto grau de certeza.

0-9
50 - um pacote com 50 gramas de maconha ou cocaína.
20 - um pacote com 20 gramas de cocaína.





Última atualização quinta-feira, 4 de novembro de 2010

5 comentários:

Eduardo disse...

Bela contribuição para uma melhor comunicação entre as pessoas de diversos níveis sociais.

Anônimo disse...

Hêa Camarada 1Q! muito bom com esse dicionario não vou mais me perde , ou dar mole nos corres , , obrigado velho indio !! Hay ..

Aurélio disse...

uma obra prima, que envolve a lingua portuguesa e a lingua da rua.
agradecido.

Anônimo disse...

dicionário de pericules ou PALA-vriado

Eduardo disse...

Pala de viado!