quarta-feira, 10 de fevereiro de 2010

Reflexões Teológicas 2

Para que admitamos as assertivas abaixo, temos que admitir que historicamente Jesus existiu. Lá vai.

1 - Jesus não era pobre. Seu padrasto era carpinteiro, profissão valorizada na época.

2 - Nasceu numa manjedoura porque os leitos estavam lotados.

3 - Foi visitado por três reis magos. Presume-se que sejam pessoas importantes. Uma criança pobre vivendo na Palestina do século I dificilmente seria visitada por pessoas importantes ao nascer. Se fosse hoje em dia, imagino que seria algo como ser visitado por chefes de estado.

4 - Há um episódio na bíblia que diz que entre a infância e adolescência, Jesus cometeu uma "travessura". Fugiu e quando foi encontrado estava numa espécie de reunião com sábios, filósofos. Se já é impensável que nos dias atuais uma criança pobre fuja para a universidade para discutir com os acadêmicos, imagine naquela época. Algo difícil de acontecer, sobretudo considerando que o abismo social era muito maior.

5 - Na fase adulta, Jesus saiu viajando por aí. Ele não mendigava, ele não saqueava, ou seja, alguém bancava ele e não era nenhum apóstolo, pobretão, pescador, analfabeto.

2 comentários:

Irlan disse...

Naquela época o abismo social era bem MENOR.

Acho que você tá viajando um pouco demais.

REveja seus conceitos e o seu THC

Bruxo disse...

se era menor, nobre Irlan, me diga quantos escravos você conhece pessoalmente.